Processo Cervejeiro – Resfriamento

Voltando ao nosso “Processo Cervejeiro”, hoje vamos falar sobre o resfriamento, importante etapa do processo no qual tem uma importante função antes do processo de fermentação.

Resfriamento

Para o resfriamento do mosto da cerveja são usados vários equipamentos distintos, porém todos com o mesmo objetivo: resfriar o mosto. Tradicionalmente cervejeiros iniciantes usam o Chiller de Imersão, outros já preferem o Chiller de Contra Fluxo, e os mais avançados ou que possuem um orçamento maior usam o Chiller de Placas.

Chiller de Imersão

Chiller de Imersão 15m Aluminio

Este é o Chiller de Imersão, 15 minutos antes de terminar a fervura já é indicado inserir ele esterilizado dentro da panela para que já ocorra uma maior esterilização com o mosto a 100 graus. Após o termino da fervura são engatadas as mangueiras nas conexões e é dado inicio a passagem da água por dentro do chiller, fazendo a troca de calor mosto-chiller.

 

 

 

Chiller de Contra Fluxo

Chiller Contra Fluxo 15m

Este é o Chiller de Contra Fluxo, ele funciona da seguinte forma:

1) O mosto deve passar por dentro do tubo do chiller.
2) A água de resfriamento (da rua, por exemplo), passará por fora do chiller porém por dentro da mangueira transparente.
Neste sistema o tubo de metal do chiller passar por dentro da mangueira de água e é isso que potencializa a troca de calor entre o mosto (quente) e a água (fria).
3) Conecte em uma das pontas do chiller (tubo fino que sai da mangueira) a mangueira/tubo com o mosto quente. Na outra ponta do tubo do chillerconecte alguma mangueira para ligar ao balde de fermentação. Recomendamos uso de mangueiras de silicone.
4) abra o registro de água no máximo.
5) abra o registro da panela de fervura até começar a sair mosto pela outra ponta. Monitore a temperatura desejada controlando a vazão de mosto pelo registro da válvula da panela de fervura.
6) IMPORTANTE : A entrada de água fria (da rua, por exemplo) deve ser feita pela conexão por onde o mosto vai para o fermentador. Veja figura acima. É daqui que surge o nome contra-fluxo, ou seja a água fria percorre o sentido contrário do mosto queste para otimizar ao máximo a troca de calor.

 

Chiller de Placas

Este é o Chiller de Placas e funciona da seguinte forma:

O mosto quente passa de uma entrada do trocador de calor (chiller) para a saída através de canais, formados por placas de metal. Da mesma forma a água fria passa de uma entrada do trocador de calor, mas em sentido reverso para outra saída. Estes fluidos não se misturam, pois passam por canais distintos. Porém estes canais, formados por placas, trocam calor entre si de forma muito eficiente.

Como limpar o chiller de placas?

Sempre limpe o chiller imediatamente após o uso. Com o auxílio de uma bomba passe água corrente na saída e na entrada de mosto. Deixe circular água por 5 minutos na maior pressão possível. Após repita o processo com sanitizante ou água fervente.

Logo mais vamos ao processo de Inoculação do Fermento  – Fermentação.

Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *