Processo Cervejeiro – Moagem do Malte

Bom dia cervejeiro!
Dando inicio a nossa sequência de posts, hoje vamos falar um pouco sobre o processo de moagem do malte!!

Moagem do Malte

Muitos cervejeiros não dão a devida importância para a moagem do malte que será usado na sua cerveja. Mas é neste ponto que muitos cervejeiros acabam se enganando e começando o processo de forma equivocada.

A moagem do malte influência diretamente na eficiência da sua brassagem, o principal objetivo da moagem do malte é expor o endosperma dos grãos e separar da casca, e não somente triturar por si só o grão.

Mas ai vem a pergunta, e qual seria a forma ideal de moer seu malte? Nós respondemos..

A maneira correta é ajustar seu moedor para que consiga controlar e ter uma quantidade razoável de cascas inteiras, pouco farelo, e nenhuma ou praticamente nada de grãos inteiros. Mas e qual a importância das cascas? As cascas ajudam na filtragem e clarificação do mosto, deixando assim mais límpido.

E quais os equipamentos para realizar este tipo de trabalho? Hoje dispomos de dois equipamentos que são os mais utilizados entre os cervejeiros:

O primeiro deles é o moedor Guzzo:

Moedor Guzzo - Insumos da Ilha
Moedor Guzzo – Insumos da Ilha

 

O segundo modelo é o Moedor de Rolos:

Moedor de Rolos - Insumos da Ilha
Moedor de Rolos – Insumos da Ilha

Quanto a eficiência e custo beneficio dos moedores, o primeiro é mais viável quanto ao custo beneficio, o segundo sem duvidas vai lhe render mais eficiência, porém com preço mais alto.

Dicas para uma moagem

Jamais utilize o liquidificador para moer seu malte, por mais que pareça um processo parecido, isso não deve ser feito. Ele proporciona uma moagem de péssima qualidade e ainda deixa uma grande quantidade de grãos inteiros, afetando diretamente na eficiência da sua brassagem.

Qualidade da moagem

Para uma moagem que lhe renda uma boa eficiência os cervejeiros utilizam uma proporção que seria: 25% a 30% de cascas inteiras, 50% a 55% de sêmolas e 10% de farinha. Se possível não deixar grãos inteiros.

 

Regulagem dos moedores: Cada malte pode sofrer variações de moagem devido seu estilo, mas a ideia da regulagem do moedor é simples: Quanto mais próximos os discos, mais fina será a moagem, quanto mais distantes mais grossa e mais grãos inteiros na moagem, então é bom ter um bom senso e ter um meio termo para manter um padrão.

Facilitando a moagem..

O processo de ficar rodando seu moedor é cansativo, algo que pode te ajudar e encaixar uma furadeira no seu moedor, isso vai poupar energia e tempo. Para isso basta tirar a manivela do seu moedor, deixando apenas o encaixe para a furadeira.

Assim podemos afirmar que o cervejeiro deve sim se preocupar com o processo de moagem, é tão importante quanto qualquer outro processo que vamos ver nos próximos posts.

Um abraço e até a próxima.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *